quinta-feira, 29 de setembro de 2011

"Mas então é aí onde a fé trabalha:"



Quando não vemos e não temos esperanças nenhuma aos olhos humanos  de algo acontecer, quando todas as probabilidades nos dizem ‘Não’, e as circunstâncias gritem ‘Não.’
 E mesmo assim, continuar crendo nas Promessas de Deus, e continuar lembrando de tudo o que Ele falou, ‘ainda sim eu não posso negar, Senhor.. Tu És Real, pra mim’.
Se Ele prometeu, Ele vai cumprir, não sei quando, mas estou certa de que vai.
Não desista, não fuja do seu coração, não jogue fora as promessas, planos e palavras de Deus.
Tens fé? Bela hora para mostrar que tem mesmo.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Amazing Grace (Maravilhosa Graça)

Maravilhosa Graça, Oh quão doce é o som
Que salvou um miserável como eu
Eu estava perdido, mas agora eu me encontrei
Eu estava cego, mas agora eu vejo.
Quando estivermos lá há 10 mil anos,
Brilhantes como a luz do sol,
Não teremos menos dias para cantar louvores a Deus
Do que quando, quando começamos no princípio
Por muitos perigos, labutas e armadilhas,
Eu já passei
A graça de Jesus me trouxe seguro, tão distante,
e a graça me conduzirá até o lar.
Maravilhosa Graça, Oh quão doce é o som
Que salvou um miserável como eu


Eu estava perdido, mas agora eu me encontrei
Eu estava cego, mas agora eu vejo.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

"O Tempo de Deus"




Jesus disse que no mundo teríamos
aflições. Porque? Às vezes a gente se pergunta por que Ele quis que nós
passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabe que quando Ele põe
todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem. A gente só
precisa confiar n“Ele e todas essas coisas ruins se tornarão algo
fantástico!
Lembre-se!!! Quando tudo estiver
silencioso, quando olhar ao seu redor e não conseguir enxergar a
vitória, não desanime! Não murmure! Deus está trabalhando e Ele não tem
pressa! Ele tem o tempo certo para tudo em nossas vidas (Ec 3). E creia
que todas as promessas do Senhor irão se cumprir em sua vida, no tempo
certo. Espera no Senhor, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração;
espera pois, no Senhor.” (Sl 27.14.)

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

"Na alegria ou na Dor"



Mesmo que não haja
Fruto na videira
Mesmo que não haja
Flores no jardim...
Até mesmo
Que a figueira
Não floresça
Nem chova na terra
Nem a erva cresça
Há um
Deus no céu
Olhando para mim...
O que eu não posso
É ficar calado
Estando feliz
Ou mesmo atribulado
Ainda louvarei
Seu nome mesmo assim...
Eu louvarei ao Senhor
Na alegria ou na dor
Cantarei!
Ele é o meu Salvador
Ele é o meu Senhor
Ele é Rei!...
Mesmo que o fruto
Da figueira minta

Mesmo que não haja
Chuva sobre a terra
Mesmo que não haja
Ovelhas no curral
Mesmo que na terra
Sobrevenha o mal
Louvarei seu nome
Na paz ou na guerra...
Louvarei seu nome
Enquanto viver
E quando aqui da terra
Eu desaparecer
Nem mesmo assim
O meu louvor encerra...
Eu louvarei ao Senhor
Na alegria ou na dor
Cantarei!
Ele é o meu Salvador
Ele é o meu Senhor
Ele é Rei!...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

"O valor da Bíblia"


Há muitos anos, existiu um homem muito rico que no dia do seu aniversário convocou a criadagem a sua sala para receberem presentes.
Colocou-os a sua frente na seguinte ordem: cocheiro, jardineiro, cozinheira, arrumadeira e o pequeno mensageiro. Em seguida, dirigindo-se a eles, explicou o motivo de os haver chamado até ali e, por fim, fez-lhes uma pergunta, esperando de cada um a sua própria resposta. Essa foi a pergunta feita:

- O que prefere você receber agora: esta Bíblia ou este valor em dinheiro?
- Eu gostaria de receber a Bíblia - Respondeu, pela ordem, o cocheiro - Mas, como não aprendi a ler, o dinheiro me será bastante mais útil!

Recebeu então a nota, de valor elevado na época, e agradeceu ao patrão. Esse pediu-lhe que permanecesse em seu lugar.

Era a vez do jardineiro fazer a sua escolha e, escolhendo bem as palavras, falou:
- Minha mulher está adoentada, e por esta razão tenho necessidade do dinheiro; em outra circunstância escolheria, sem dúvida, a Bíblia.
Como aconteceu com o primeiro, ele também permaneceu na sala após receber o valor das mãos do patrão. Agora, pela ordem, falaria a cozinheira, que teve tempo de elaborar bem a sua resposta:

- Eu sei ler, porém, nunca encontro tempo para sequer folhear uma revista; portanto, aceito o dinheiro para comprar um vestido novo.
- Eu já possuo uma Bíblia e não preciso de outra; assim, prefiro o dinheiro. Informou a arrumadeira, em poucas palavras.
Finalmente, chegou a vez do menino de recados. Sabendo-o bastante necessitado, o patrão adiantou-se em dizer-lhe:
- Certamente você também irá preferir dinheiro, para comprar uma nova sandália, não é isso, meu rapaz?
- Muito obrigado pela sugestão. De fato estou precisando muito de um calçado novo, mas vou preferir a Bíblia. Minha mãe  me ensinou que a Palavra de Deus é mais desejável do que o ouro. Disse o pequeno mensageiro.
Ao receber o bonito volume, o menino feliz o abriu e nisso caiu aos seus pés uma moeda de ouro. Virando outras paginas, foi deparando com outros valores em notas. Vendo isso, os outros criados perceberam o seu erro e envergonhados deixaram o recinto.
A sós com o menino, disse-lhe comovido o patrão: "Que Deus o abençoe, meu filho, e também a sua mãe, que tão bem o ensinou a valorizar a Palavra de Deus."
Pense agora: "O que pode ser mais valioso do que a palavra de Deus ?"
Tudo aquilo que nós precisamos, Deus tem e deseja que tenhamos.
A nós, basta  aceitar o que Ele nos oferece.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

"O Caminho"


Um dia, um bezerro precisou atravessar a floresta virgem para voltar a seu pasto.
Sendo animal irracional, abriu uma trilha tortuosa, cheia de curvas, subindo e descendo colinas...
No dia seguinte, um cão que passava por ali, usou essa mesma trilha torta para atravessar a floresta.
Depois foi a vez de um carneiro, líder de um rebanho, que fez seus companheiros seguirem pela trilha torta.
Mais tarde, os homens começaram a usar esse caminho: entravam e saíam, viravam à direita, à esquerda,
abaixando-se, desviando-se de obstáculos, reclamando e praguejando, até com um pouco de razão...
Mas não faziam nada para mudar a trilha.
Depois de tanto uso, a trilha acabou virando uma estradinha onde os pobres animais se cansavam sob cargas pesadas, sendo obrigados a percorrer em três horas uma distância que poderia ser vencida em, no máximo, uma hora, caso a trilha não tivesse sido aberta por um bezerro.
Muitos anos se passaram e a estradinha tornou-se a rua principal de um vilarejo, e posteriormente a avenida principal de uma cidade.
Logo, a avenida transformou-se no centro de uma grande metrópole, e por ela passaram a transitar diariamente milhares de pessoas, seguindo a mesma trilha torta feita pelo bezerro... centenas de anos antes...
Os homens tem a tendência de seguir como cegos por trilhas feitas por pessoas inexperientes, e se esforçam de sol a sol a repetir o que os outros já fizeram.
Contudo, a velha e sábia floresta ria daquelas pessoas que percorriam aquela trilha, como se fosse um caminho único... Sem se atrever a mudá-lo.
Muitas vezes nos chamam de ousados , chatos , cri-cri , metidos , etc. pois temos ousado por caminhos novos, pois quando nos falam que devemos seguir aquele caminho pois todos estão indo por ali e não sentimos paz no coração , buscamos a resposta do alto , os conselhos de Deus e através dele , por Ele e com Ele à nossa frente seguimos novos desafios. Sempre digo que não devemos ser cordeiros de homens ..............., mas cordeiros de Deus ........................
A propósito, qual é o seu caminho???
Você serve a quem???
EVA , ex director geral de indústrias e comércio , que conhece o desgaste e as pressões do meio empresarial .
"Que a minha vida o meu trabalho sejam para a honra e glória de DEUS , que demonstrou seu amor por nós por meio de Jesus Cristo ; a Ele seja o louvor , a honra , a glória , a soberania e o poder hoje e para todo sempre" .

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

"Jesus mora no seu Coração"


Deus poderia morar nos melhores lugares do PLANETA mas escolheu fazer do teu CORAÇÃO, a sua morada.

Você tem cuidado da morada de Cristo?

 >REFLITA <

terça-feira, 6 de setembro de 2011

"Confiar em Deus"




O profeta Isaías, ao se referir à grandeza de Deus e à confiança que nEle deve ter o homem, diz:

“Os que esperam no Senhor, adquirirão sempre novas forças, tomarão asas como de águia, correrão e não fatigarão, andarão e não desfalecerão.” Isaías 40:31


É muito singular que o Profeta compare os que confiam no
Senhor às águias. É que elas têm uma forma toda especial de enfrentar as tempestades. Quando se aproxima uma tempestade as águias abrem suas asas, capazes de voar a uma velocidade de até noventa quilômetros por hora, e enfrentam a tormenta. Elas sabem que acima das nuvens escuras e das descargas elétricas, brilha o sol.
Nessa luta terrível elas podem perder penas, podem se ferir, mas não temem e seguem em frente. Depois, enquanto todo mundo fica às escuras embaixo, elas voam vitoriosas e em paz, lá em cima. Confiança que traduz certeza é o seu lema. Para além da tormenta, brilha o sol, e o sol elas buscam.

Na morte, as águias também dão excelente lição de confiança. Como todos os seres vivos, elas também morrem um dia. Contudo, alguma vez você já se deparou com o cadáver de uma águia? É possível que já tenha visto o de uma galinha, de um cachorro, de um pombo. Quem sabe até de um bicho do mato nessas extensas estradas de reserva ecológica. Mas, com certeza nunca encontrou um cadáver de águia.

Sabe por quê? Porque quando elas sentem que chegou a hora de partir, não se lamentam nem ficam com medo. Localizam o pico de uma montanha inatingível, usam as últimas forças de seu corpo cansado e voam naquela direção. E lá esperam, resignadamente, o momento final. Até para morrer, as águias são extraordinárias.

Quando, por ventura, você se deparar com um momento difícil, em que as crises aparecem gerando outras crises, não admita que o desânimo se aposse das suas energias. Eleve-se acima da tempestade, através da oração. Pense que
Deus é o autor e o sustentador de todo o bem. Pequenos dissabores que estejam atingindo você são convites a reexame dos empecilhos que enchem a estrada da sua vida.

Discórdia é problema que está pedindo ação pacificadora. Desarmonias domésticas são exigência de mais serviço aos familiares. Doença é processo de recuperação da verdadeira saúde. Até mesmo a presença da morte não significa outra coisa senão renovação, e mais vida.


Pense nisso:

Sempre que as aflições visitem seu lar em forma de enfermidade ou tristeza, humilhação ou desastre, não se entregue ao desalento.
Recorde que, se você procura pelo socorro de Deus, o socorro de Deus também está procurando alcançar você!
Se a tranqüilidade parece demorar um pouco, persevere na esperança, lembrando que o amparo de Deus está oculto ou vem vindo.

domingo, 4 de setembro de 2011

"Porque ser obediente?"


Na sua sabedoria, o Senhor colocou pessoas em posições de autoridade sobre você. Quando você é um estudante, o Senhor diz que você deve obedecer aos seus pais, aos seus professores, aos seus treinadores e aos seus líderes na sua igreja. E, mesmo quando for adulto, você ainda estará debaixo da autoridade do governo e será chamado a submeter-se à liderança dos anciãos da igreja. Deus faz a vontade dele ser realizada na sua vida através da autoridade que ele instituiu. Ao obedecer aos seus pais ou a outros líderes, você está obedecendo a Deus. Deus diz que Ele se agrada quando você  obedece aos seus pais. Assim, mesmo quando você discordar deles, lembre-se que obediência a eles é um presente que você está dando para Deus.

sábado, 3 de setembro de 2011

"Esse é o Meu Deus"


Sabia que Deus gosta dos loucos? Não? Então veja se não tenho razão:

- Alguma pessoa normal chegaria em frente ao mar e diria:
ABRE-TE!?

- Alguma pessoa normal olharia para cima e gritaria para o sol:
PARE!?

- Alguma pessoa normal diria para um morto há 3 dias:
LEVANTA-TE E ANDA!?

- Alguma pessoa normal bateria com o cajado numa pedra para tirar água?

- Alguma pessoa normal mandaria o mar e o vento ficarem quietos?

-Alguma pessoa normal ficaria quietinha, sentada dentro de uma

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

"Santificação"


Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho
dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita dia e noite.
Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá
o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido.

Salmos 1.1-3